12 de jun de 2011

VIA EMBRATEL X FILM&ARTS: OUTRA DICA

.
Em 28 de maio último, quando anunciada a sacanagem da Via Embratel de retirar de sua grade de programação o canal Film&Arts – que se consolidou logo em seguida com uma ignóbil rasteira nos assinantes – enviei e-mail para o filmandarts@pramer.tv solicitando informações sobre outras operadoras que eventualmente transmitem o sinal no Brasil.
Em 30 de maio veio a resposta:


 Prezado Ilton
Agradecemos seu interesse pelo canal.Infelizmente não podemos fazer nada sobre esse assunto, já que não é nossa adecisão sobre a descontinuidade do serviço.
 Abaixo segue uma lista das operadoras de TVa cabo que trabalham com Film&Arts no Brasil.
- Telefonica Sistema de Televisão (São Paulo e Rio de Janeiro)
- Comercial Cabo (São Paulo)
- TVA Sul Paraná (Curitiba)
- A.Telecom (Teléfonica – DTH)
- RCA Company de Telecomunicações de Cabo Frio Ltda (Cabo Frio)
- Net Serviços de Comunicação (Marília)
- Cabo Serviços de Telecomunicações (Natal)
- RBC Rede Brasileira de Comunicação (Divinópolis e Montes Claros)
- SSTV Sistema Sul de TV Por Assinatura Ltda (São Bento do Sul)
 Atenciosamente

Bianca Coletti 
PRAMER SCA


Infelizmente nenhuma delas alcança o alto do Taboão, aqui em Rio do Sul, ainda.
Mas se você mora num local de abrangência de uma das listadas aí em cima e tem interesse no Film&Arts, dê uma altiva rasteira na Via Embratel, cancele sua assinatura e recontrate outra.
 Mais uma dica do Jus Sperniandi, no exercício do seu mais lídimo direito: o de espernear.
.

8 de jun de 2011

VIA EMBRATEL: MAIS UMA DICA

.
Esta é do Alb, que no dia 04 último postou o seguinte comentário no meu post de 30 de maio:

Conte com meu apoio. Protestei junto à Via Embratel, que respondeu tratar-se de uma decisão da empresa. Encaminhei, ainda, email ao MEC (por diversão) e email à ABTA, pedindo a essa que não mais solicitasse apoio contra os projetos de controle de conteúdo das TVs por assinatura”.
No dia 07/06 informa o resultado de sua investida:
 O MEC, como esperado, diz que o problema é da ANATEL, ou seja, de simples consumo.
Resolvi,então enviar email à ViaEmbratel pedindo a substituição do canal por outro do mesmo gênero, como faculta o § 1º do Art. 28 do Regulamento de Proteção e Defesa dos Assinantes. Segue modelo para quem quiser encaminhar o mesmo pleito:

"A decisão da ViaEmbratel de cancelar o Film&Arts rebaixou em muito o nível da programação. O desconto no valor da assinatura não é de meu interesse e por isso solicito, nos termos do § 1º do Art. 28 do Regulamento de Proteção e Defesa dos Direitos dos Assinantes dos Serviços de Televisão por Assinatura aprovado pela Resolução nº 488, de 03.12.2007, que a Via Embratel substitua o canal Film&Arts por outro do mesmo gênero.

"RESOLUÇÃO No 488, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2007.
"Regulamento de Proteção e Defesa dos
Direitos dos Assinantes dos Serviços de
Televisão por Assinatura"

"Art. 28. Qualquer alteração no Plano de Serviço deve ser informada ao Assinante no mínimo 30 (trinta) dias antes de sua implementação, e caso o Assinante não se interesse pela continuidade do serviço, poderá rescindir seu contrato sem ônus.


§ 1º Caso a alteração mencionada no caput implique a retirada de canal do Plano de Serviço contratado, deve ser feita sua substituição por outro do mesmo gênero, ou procedido desconto na mensalidade paga pelo Plano de Serviço contratado, a critério do Assinante."
.

6 de jun de 2011

VIA EMBRATEL: DICA INTERESSANTE

.

Minha "campanha" contra a Via Embratel para manutenção do canal Film&Arts não deu resultado, o que, de certa forma, era esperado. Houve quem se solidarizasse, mas a maioria parece que não se comoveu e, na velocidade twitternáutica, tudo já ficou há uns cem anos luz.
 Mas houve um desdobramento que talvez interesse pois, pelo menos, oferece uma contrapartida financeira. Cancelei minha assinatura e no dia seguinte uma atendente da Via Embratel telefonou-me. Tentou manter-me como assinante, sem sucesso.
 Então me fez a proposta: seis meses pagando a metade do preço de até então, mais dois meses dos canais Telecine gratuitamente.
 Não aceitei. Mas fica a dica...
.

3 de jun de 2011

APRENDA A CHAMAR A POLÍCIA

.
Recebi um e-mail com o texto abaixo, atribuído a LUIZ FERNANDO VERÍSSIMO:


Aprenda a chamar a polícia...
Eu tenho o sono muito leve, e numa noite dessas notei que havia alguém andando sorrateiramente no quintal de casa. Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham lá de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro.
Como minha casa era muito segura, com grades nas janelas e trancas internas nas portas, não fiquei muito preocupado mas era claro que eu não ia deixar um ladrão ali, espiando tranqüilamente. Liguei baixinho para a polícia informei a situação e o meu endereço. Perguntaram-me se o ladrão estava armado ou se já estava no interior da casa. Esclareci que não e disseram-me que não havia nenhuma viatura por perto para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.
Cinco minutos depois liguei de novo e disse com a voz calma:
– Oi, eu liguei há pouco porque tinha alguém no meu quintal. Não precisa mais ter pressa. Eu já matei o ladrão com um tiro da escopeta calibre 12, que tenho guardada em casa para estas situações. O tiro fez um estrago danado no cara!
Passados menos de dois minutos, estavam na minha rua cinco carros da polícia, um helicóptero, uma unidade do resgate, uma equipe de TV e a turma dos direitos humanos, que não perderiam isso por nada neste mundo. Eles prenderam o ladrão em flagrante, que ficava olhando tudo com cara de assombrado. Talvez ele estivesse pensando que aquela era a casa do Comandante da Polícia.
No meio do tumulto, um tenente se aproximou de mim e disse:
– Pensei que tivesse dito que tinha matado o ladrão.
Eu respondi:
– Pensei que tivesse dito que não havia ninguém disponível.
.