13 de nov de 2009

COMETENDO UM PÊNALTI

.
Não resisto. Não posso deixar de dar o meu pitaco, ainda que isto importe em quebrar os princípios que elegi para este blog, ou os meus próprios.

O Felipão virou unanimidade nacional – quem diria! – num setor marcadamente polêmico, como é o desportivo e, mais ainda, o futebolístico, o nosso glorioso circo.

Quem não lembra da última Copa do Mundo? Com seu jeitão simples, quase simplório, sem a estampa almofadinha de tantos outros do ramo, saiu desacreditado e, pouco a pouco, foi conquistando a copa para nós.

Sempre criticado.

Lembro que me incomodei com algumas críticas mais despeitadas e mandei e-mails protestando a vários programas especializados, do tipo mesa redonda. É claro que não deram a mínima importância.

Num dos jogos, não lembro qual, ele sacou o Ronaldo (que não ostentava a plenitude de sua forma física), talvez até para poupá-lo, e colocou o Edílson no seu lugar. Foi chuva de paus, pedras, vidros e facões de todos os lados.

Agora, em Portugal, ele não convoca o Victor Bahia, despreza mais um ou dois jogadores importantes, substitui o Figo, faz outras alterações polêmicas, e é elogiado, louvado e babado à exaustão. O Simão, no Monkey News, chegou a dizer que "Portugal atacava com dois pintos. O Felipão cortou os dois pintos de Portugal!!!"

Se fosse aqui...

Mas ele não perde por esperar.

Vão querê-lo, sem dúvida, para a próxima Copa, treinando a nossa seleção. Para novamente desancá-lo, na primeira tentativa de mexer com um dos nossos monstros sagrados, “os intocáveis gênios com as bolas nos pés”.

Aliás – e o que segue é um adendo, pois refoge ao assunto principal – a imprensa desportiva gosta de apontar como gênios aqueles que sobressaem em campo (olha aí, Glauco, estou aprendendo!), nem que seja apenas por uma temporada. Uma jogada exuberante e, às vezes, acidental ou isolada, é suficiente para conferir a um atleta essa qualificação, que de tão comum já virou banal.

Os jogadores de futebol estão entre os profissionais mais bem pagos do Brasil e do mundo. No entanto – meu filho me chamou a atenção para isto – são os que mais erram, exatamente no desempenho de seu ofício.



Publicado em blog do mesmo nome, do autor, no Uol,
em 30/06/2004.
.

Um comentário:

  1. Pitaco transcrito do post original:

    [Bion] [mcbion@terra.com.br] [www.bion.blogspot.com]
    E o Flamengo hein?

    01/07/2004 10:51

    RESPOSTA:
    O FLAMENGO?
    Você está louco? Eu não vou falar do Flamengo. Viu o que aconteceu com o Márcio Braga ontem?

    ResponderExcluir