12 de nov de 2009

MOZART E KARTISMO

.
O QUE MOZART TEM A VER COM KARTISMO?


À primeira vista, para o mundo em geral, absolutamente nada. Na época do compositor sequer se poderia imaginar que algum dia um americano meio louco transformasse seu cortador de grama em um aparato para disputar corridas com amigos a uns 3 cm do solo.

Mas aqui, no âmbito de nossa cidadela familiar, que já passou por várias fases, inclusive a kartiana (não confundir com cartesiana), houve uma relação, ainda que meramente nominal e restrita, entre o gênio musical e o kartismo (não confundir com kantismo).

Meu filho, aos 11 anos de idade, era piloto de kart. Foi campeão da Copa Balestro e do Campeonato Citadino e vice-campeão da Copa Cidade de Porto Alegre, em 1995.

.

Acabou conquistando um prêmio excepcional: um Fiat Uno, doado pela revendedora Zen, de Lajeado, pela Copa Balestro.

Sua categoria era a hoje extinta Cadete, de 85 cc, condizente com sua faixa etária, e não tão potente quanto a de 125 cc, dos marmanjos (na qual ele chegou a competir, no ano seguinte, e foi novamente campeão citadino e vice-campeão do Campeonato da Serra, na subcategoria Júnior Menor).

Tínhamos dois motores, um para treinos leves e outro para corridas.

O que usávamos nos treinos, batizamos de Haydn. O das corridas era o Mozart, em homenagem ao compositor austríaco, cujas obras sempre foram por nós muito apreciadas. Era um motor afinado, suave e harmonioso, mas despejava seus rompantes estritamente necessários e eficientes quando as circunstâncias o exigiam.

Depois que um piloto da subcategoria graduados perdeu a falange distal do indicador da mão esquerda numa corrida em Farroupilha, meu filho, que já estudava piano havia uns três anos, aos poucos foi pendurando as chuteiras, digo, o capacete, as luvas e o macacão.

Com isto foi-se a esperança de que poderia vir a ser um bem sucedido piloto de Fórmula 1 e enriquecer a família inteira e mais alguns agregados.

O kart e o motor Mozart continuam na garagem. A fase kartiana passou, para alívio da Ieda, que sofria muito, principalmente após um acidente formidável (nos sentidos moderno e obsoleto), mas sem conseqüências graves. Ficou naquele limite tênue e acinzentado entre a vídeo-cassetada e a tragédia.

Meu filho ainda estuda piano, na Faculdade de Música da UFRGS. Talvez não enriqueça a família nem aparentados. Mas ninguém retira de um pai o orgulho e o prazer indescritível que é ouvir uma obra desconhecida pela primeira vez ao vivo e não através da frieza de uma gravação eletrônica. E, o que é mais importante, interpretada pelo próprio filho.

Mozart, portanto, continua em nossa cidadela, só que agora com muito maior pertinência.

Obs.: Meu filho continua se aperfeiçoando em piano, agora na Alemanha.


Publicado em blog do mesmo nome, do autor, no Uol,
em 29/06/2004.
.

Um comentário:

  1. Pitacos transcritos do post original:

    [anja] [www.anjaazul.blogspot.com]
    que linda história... Adorei ver teu filho ali "Campeão". Tenho um baby tb, tem 6 anos, sei o orgulho que causam nos pais. Parabéns!

    30/06/2004 21:25

    [Glauco Damas] [glauco@uol.com.br] [http://portugueshoje.blog.uol.com.br]
    Já fiquei fã do seu blog!... Parabéns pelo apoio a seu filho! Que família CULTA!...

    30/06/2004 15:34

    [Thiago] [thamos@uol.com.br] [www.wamozart.cjb.net]
    Olá, Ilton. Como eu disse no e-mail, esperava ansiosamente e com muita curiosidade pelo texto. A espera valeu a pena! Belo texto, com um final que todo amante da música gostaria de presenciar: uma audição real, num instrumento real, de uma música real de um compositor surreal. Parabéns ao seu filho, pela faculdade. Estudar a "linguagem universal" é um prazer. O adesivo de Mozart no motor... como eu queria um!!! Você pediu para fazer o adesivo? Saudações, Thiago.

    30/06/2004 11:02


    RESPOSTA:
    ADESIVO
    Olá, Thiago. Encontrei um, ainda, meio envelhecido. Mande seu endereço por e-mail que o remeterei, com prazer. Um abraço.


    [Glauco Damas] [glauco@uol.com.br] [http://portugueshoje.blog.uol.com.br]
    Oi, Tell! Te achei aqui também, hein? :-) Você é a mesma pessoa do meu Português Hoje, né? Prazer sua companhia aqui também neste ótimo blog!

    30/06/2004 00:40

    [Tell] [http://www.tagarela.blogger.zip.net]
    Olá, saí navegando, enquanto esperava a conclusão de um download, e esbarrei no seu blog... Nem sei como cheguei aqui, mas gostei muito! vc parece gostar de música (e boa!) né? também gosto... estudei alguns anos no Conservatório, mas não toco nada... só me sobrou teoria... nunca tive disciplina suiciente para a prática! Mas, piano era (e acho que ainda é) meu sonho (sonho é sempre sonho!!!)... Bom, deixa eu parar de falar, afinal o blog é seu! :-D Sempre que der, darei uma passadinha por aqui!

    29/06/2004 23:15


    RESPOSTA:
    Oi, Taga!
    Obrigado pela visita. Seja bem-vinda e visite-me sempre que quiser. É um prazer. Sou novo na praça e, realmente, gosto de música, cinema, pintura, foto, artes em geral. E de escrever desancando algumas posturas por aí, como... Deixa prá lá. Beijão.

    ResponderExcluir