11 de nov de 2009

PROCURA-SE UM REVISOR

.
PROCURA-SE UM REVISOR COM EXPERIÊNCIA


Ontem entrei no site PORTUGUÊS HOJE e deixei uma nota sobre o conceito jurídico de mandato. Uma não, duas, mas com o mesmo conteúdo, porque problemas no sistema acusaram falha no envio da primeira.

A resposta me preocupa:

“Você é o Ilton do dellandrea.zip.net? Obrigado pela participação tão importante, e que enobrece meu blog. Já fiz um comentário sobre o seu aqui. Você está de parabéns! Seu blog é ótimo e passarei sempre por lá. Você é um profissional do Direito que honra a classe... em termos de língua portuguesa. Infelizmente, isso não é regra. Nem todos procuram aperfeiçoar o texto. Que bom que você faz sua parte, contribui para melhorar a qualidade! Já que sem querer seu comentário saiu duas vezes, aproveito para dividir minha resposta. Obrigado pela sua colaboração, pelo esclarecimento sobre "mandato". Ficou melhor com o seu comentário. Para evitar confusão, escrevi, entre parênteses, "também é assunto no Direito", e depois coloquei a palavra "principalmente" para lembrar que "mandato", para as pessoas leigas, está mais associado a cargos eletivos. Não procurei me aprofundar no assunto. Pelo que observo ao ensinar, a grande confusão está com o tal mandato dos políticos, por isso ressaltei esse detalhe. Apareça sempre aqui no blog. Será uma honra para mim. :-)”.

Em primeiro lugar, a honra é toda minha pela visita e sou muito grato pelos elogios.

Mas... e agora? Ele disse que vai passar sempre por aqui. Justo quando eu me preparava para postar uma nota sobre minhas brigas com a Língua Portuguesa (“Esgrimando com a Língua”).

Não lhe vai escapar nada. Até já andei corrigindo alguma coisa, aqui e ali, no meu blog... Seu olho crítico é um verdadeiro Hubble. Parece que conta com colaboradores que são verdadeiros cães de faro aguçado...

Socorro! Eu preciso de um revisor!


Publicado em blog do mesmo nome, do autor, no Uol,
em 26/06/2004.
.

Um comentário:

  1. Pitacos transcritos do original:

    [Glauco Damas] [gd@glauco.damas.nom.br] [http://portugueshoje.blog.uol.com.br]
    Exagero, Ilton! Se EU me senti honrado com suas visitas a meu blog! Estou adorando seus textos! Imagine, você se sentir inseguro devido à minha presença aqui! Como se eu fosse um Deus! Não sei tudo -- graças a Deus, pois é sinal de que sou HUMANO. A vida é um constante aprendizado... Se eu não tivesse gostado muito do seu blog, do seu estilo, eu não teria colocado o Jus Sperniandi em meus Favoritos... ;-) Vida a longa a seu blog! (Você é advogado? Em que cidade? Se quiser, pode responder por e-mail.) Abraço! E escreva bastante, ou arrumo um "mandaTo" contra você! [risos]

    27/06/2004 00:35
    [anja] [www.anjaazul.blogspot.com]
    Bah! Tô ralada...se veem meus textos tô frita. huahuahuahuahua

    26/06/2004 14:43
    [Cesar] [cartaberta2004@yahoo.com.br] [gardenal.org/cartaberta]
    "Esgrimando"? Não seria "esgrimindo"? Porque o esgrima, ao lutar (esgrimir), está esgrimindo, né? Hehehe, nem sei se é isso, só escrevi pra te deixar um pouco mais inseguro. Obrigado pela visita. Pois é, estive no básico da UFSC até 1972, quando saí para fazer jornalismo na PUC-RS.

    26/06/2004 13:35

    RESPOSTA:
    "Esgrimando" ou "esgrimindo".
    Olá, Cesar. Acho que já nos conhecemos. Mas esse assunto fica para outro dia, se houver interesse de sua parte. Quanto ao seu comentário, está certo. Portuguesmente é "esgrimir", mesmo. Mas depois de você ler o meu texto - se é que vai ler - perceberá que, no caso concreto, pela abordagem que faço, "esgrimar" é bem mais adequado. "Esgrimir" é para os experts. "Esgrimar" é para os intrometidos.

    ResponderExcluir